Peixoto: policial diz ter sido vítima de tentativa de assalto, reage e 4 são baleados

Dois homens, de 19 e 23 anos, foram presos acusados de tentar matar e roubar a pistola de um soldado da Polícia Militar, em um estabelecimento comercial, na região central de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop), ontem de madrugada. Duas pessoas que estavam no local e os acusados foram baleados e encaminhados, em ambulância, ao hospital. O policial foi atingido por coronhadas na cabeça e também precisou de atendimento médico. O atual estado de saúde deles não informado.

De acordo com as informações registradas por policiais da Força Tática, no boletim de ocorrência, o soldado apresentou a versão que estava na conveniência com a esposa, um amigo e outro militar. Eles haviam marcado encontro no local para irem até uma confraternização. A confusão teria começado após dois rapazes se aproximarem do policial e um deles tentar atingi-lo com tapa no rosto. Ele teria conseguido desviar, mas foi surpreendido pelo segundo com uma ‘gravata’ no pescoço para tentar mobilizá-lo e retirar a sua arma. Com isso, ocorreu uma luta corporal entre eles e foram efetuados 4 disparos.

Ainda segundo o documento, a mulher do policial tentou defendê-lo, mas o suspeito conseguiu retirar a arma da cintura do policial e tentou atirar contra eles, mas havia acabado as munições. Devido a isso, o homem começou a desferir coronhadas contra a cabeça do militar. O segundo policial, que estava todo tempo no banheiro, ao ver a situação conseguiu desvencilhar o suspeito da vítima. Após isso, os acusados tentaram fugir, mas acabaram presos. A arma também foi recuperada.

Não consta no documento policial quem teria efetuado os disparos. A versão e todas as circunstâncias narradas no boletim de ocorrência serão investigadas pela Polícia Civil.

Fonte: Só Notícias/Cleber Romero