Guarantã: vereadores definem hoje composição três CPIs para investigar prefeitura

Os vereadores de Guarantã do Norte vão definir, hoje, em sessão ordinária, às 17h30, os presidentes, relatores e membros das três Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), que foram instauradas para investigar a aplicação de recursos em infraestrutura, contratos e prestação de contas do prefeito Érico Stevan Gonçalves (PRB), referente ao exercício do ano passado, ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Constam nos documentos que a primeira CPI vai investigar aplicação dos recursos do Fundo de Transporte e Habitação (Fethab), no município entre os anos de 2017, 2018 e 2019, na manutenção, recuperação, cascalhamento de estradas rurais e urbanas.

A segunda comissão quer apurar a execução de contratos, de uma construtora, firmados com a prefeitura. Porém, não constam quais seriam as possíveis irregularidades. A última CPI vai investigar a inobservância do prefeito Érico Stevan Gonçalves referente ao exercício de 2018, em não enviar as informações, que são exigidas pelo Tribunal de Contas do Estado, por meio do Sistema de Auditoria Pública Informatizada de Contas (APLIC). O sistema foi implantado em 206 e possibilita, via internet, prestação de contas públicas ao TCE.

Outro lado
O secretário de Administração de Guarantã, Eugênio Cafone Lima disse que “observando o material que está sendo tramitado não existe nada de consistente. Nós entendemos que isso não passa de um jogo político da oposição tentado prejudicar o prefeito, que está muito bem avaliado. Estão tentando fazer um desgaste do prefeito que vai para reeleição. É uma situação e não temos dúvida que isso não vai prosperar”.

Referente a falta de envio das informações ao TCE, Cafone explicou que é um procedimento normal. “Existe atraso que é toda uma conjuntura do APLIC. O próprio tribunal já divulgou que tem ao menos 51 prefeituras que estão com os dados em dia. Seria bom se não tivéssemos atrasados, mas não há nada de anormal. Tudo isso é um jogo político”.

Redação Só Notícias