Guarantã: FAB suspende buscas por avião que pode ter caído em Guarantã após sobrevoar 8,8 mil km²


A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que a equipe do Salvaero Amazônico suspendeu, na última terça-feira, as buscas pelo avião Paradise, prefixo PU-PPY, que está desaparecido desde o último dia 4 deste mês e pode ter caído na região de floresta entre Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop) e o Pará. A aeronave saiu de Espigão D’Oeste (RO) e estavam à bordo o empresário Joerli Silvares Teixeira, de 34 anos, e o piloto, Haiub Cordeiro Júnior, de 38 anos.

“A aeronave da FAB cumpriu padrões de busca, de acordo com protocolos internacionais, em uma área total de 8.887 km², o equivalente a cerca de um milhão de campos de futebol. O local delimitado para as buscas se concentrou entre os municípios de Nova Guarita e Redenção, no Pará”, consta no trecho do documento.

Ainda de acordo com a FAB, a área é de mata fechada, fator que dificulta a observação visual pelas equipes do Salvaero. “A missão envolveu 15 militares e foi coordenada pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Manaus. A unidade operacional do Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta IV) é responsável pela coordenação das missões de busca a aeronaves na região norte do país”.

Eles utilizaram uma aeronave SC-105 SAR, que possui um sistema eletro-óptico de busca de imagem e por espectro infravermelho, que permite realizar buscar pelo calor, podendo detectar, por exemplo, um avião encoberto pela vegetação.

O comunicado do desaparecimento do Paradise foi feito pela família de Joerli, no último dia 8, na delegacia de Polícia Civil de Guarantã do Norte. A esposa de Joerli e vendedora de roupas, Keila Cassiano da Silva disse, anteriormente, ao Só Notícias, que eles decolaram por volta das 8h de Espigão D’Oeste (RO).

“Consegui falar com Jorlei pelo celular por volta das 12h, mas a ligação ficou muito ruim e acabou perdendo contato. Sabemos que eles iriam parar em Redenção (PA) para reabastecer a aeronave e, depois, seguiriam para Fortaleza (CE)”, relatou.

Ela chegou a receber uma foto de Jorlei Silvares sobrevoando a região do rio Peixoto. “Por isso, acreditamos que a aeronave pode ter caído nessa região entre Mato Grosso e o Pará. Também confirmamos que em Redenção onde ele iria reabastecer nem sequer chegou. Ele me mandou uma foto sobrevoando a região e pode ter caído nesse intervalo”.

Fonte: Só Notícias