Guarantã: FAB faz buscas por avião que saiu de Rondônia e pode ter caído na região de floresta de Guarantã; 2 desaparecidos

A Força Aérea Brasileira (FAB) retomaram as buscas pelo avião modelo Paradise, prefixo PU-PPY, que saiu de Espigão D’Oeste (RO), no último dia 4, e pode ter caindo na região de floresta entre Guarantã do Norte e o Pará. Os voos estão sendo feitos desde sábado.

Uma equipe Salvaero Amazônico –  responsável por coordenar buscas na região – está usando uma aeronave SC-105 SAR da FAB, que possui um sistema eletro-óptico de busca de imagem e por espectro infravermelho, que permite realizar buscar pelo calor, podendo detectar, por exemplo, uma aeronave encoberta pela vegetação ou uma pessoa no mar.

No avião estavam o piloto (identidade não confirmada), e o empresário Joerli Silvares Teixeira, de 34 anos (foto). A esposa dele, Keila Cassiano da Silva registrou na delegacia de Polícia Civil de Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop) o desaparecimento do avião, na última quarta-feira. Jorlei reside em Espigão D’Oeste.

Ela explicou, anteriormente, em entrevista, que eles decolaram por volta das 8h de Espigão D’Oeste (RO). “Consegui falar com Jorlei pelo celular por volta das 12h, mas a ligação ficou muito ruim e acabou perdendo contato. Sabemos que eles iriam parar em Redenção (PA) para reabastecer a aeronave e, depois, seguiriam para Fortaleza (CE), onde o piloto que é amigo dele mora”.

Keila afirmouou ainda que, durante o trajeto, recebeu uma foto de Jorlei Silvares sobrevoando a região do rio Peixoto. “Por isso, acreditamos que a aeronave pode ter caído nessa região entre Mato Grosso e o Pará. Também confirmamos que em Redenção onde ele iria reabastecer nem sequer chegou. Alguma coisa aconteceu. Ele me mandou uma foto sobrevoando a região e pode ter caído nesse intervalo para frente”, relatou.

Fonte: Só Notícias